quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Assim não vamos longe!

Será que a nobreza de carácter se pega, como se pega a falta dela?
De certo que não, senão isto andaria mais equilibrado, porque a falta de carácter parece-me altamente contagiante; já a sua nobreza, estou certa de que também se contagia e pega, mas com muita mais modéstia e timidez! Mas os bons exemplo em faltando, então é que está tudo perdido!! Ora é o que vejo em muitos círculos: os bons exemplos são poucos ou nenhuns; os maus abundam e reproduzem-se em ritmo acelerado, como ratos, ratazanas, nojentas!

Sem comentários:

Publicar um comentário