domingo, 8 de dezembro de 2013

...mas já estou em pulgas!

Ok filha, não quiseste nascer no dia em que a tua mãe nasceu e acho que fizeste muito bem, não tem graça nenhuma. Mas este continua a ser o Melhor Dia do Ano para se nascer!
Fica ao teu critério, conquanto venhas bem.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Que excitante é a mudança e a novidade!!!

Acho que preciso mais de projectos, mudanças e cenários novos do que ar para respirar! Enquanto tiver força anímica e energia para me reinventar e criar novas realidades, enquanto for inventando novas empreitadas, estou feliz e realizada. O dia em que se acabarem os novos projectos e as invenções estarei mais definhada que a Duquesa de Alba!
Agora ando que nem posso com as novidades e as mudanças que se aproximam!

Aqui só pode haver gato!!

Se dúvidas houvesse, o ranking agora publicado pela revista Exame, dissipá-las-ia. O modelo de governação adoptado atira cada vez mais portugueses para a pobreza, enquanto assegura que os mais ricos continuem a enriquecer desmesuradamente!!
A lista divulgada dos 25 mais ricos do país, deixa evidente que não só as grandes fortunas tiveram um substancial incremento no último ano, como cresceram de 8.5% do PIB, no ano passado, para passarem a representar 10% do mesmo, este ano! A crise quando nasce não é para todos, definitivamente, mas não é por demais estranho que numa altura em que o desemprego e a precariedade, os salários cada vez mais baixos, a aniquilação de toda uma geração jovem, atingem números astronómicos, os patrões enriqueçam também astronomicamente?!?! Negócio parece então haver, o país parece então estar a mexer, como o revelam os números das riquezas de uns quantos, porque motivo então não é distribuída essa riqueza mais equitativamente?!? Isto só pode ser má gestão, ineficácia de gerência de recursos e gerência governativa!! Estará esta meia-dúzia a crescer precisamente à custa da exploração alheia?!??! Mas é para monitorizar isso que o Estado devia estar habilitado, ao invés parece ser ele mesmo a promovê-lo!! De notar que no Coeficiente de Gini, que mede precisamente a distribuição dos rendimentos, Portugal apresenta-se como um dos países com maior desigualdade social, apenas a Lituânia e a Letónia conseguem ser ainda piores que nós!!!
O que é que dá vontade? Dá vontade de lhes fazer a vontade e ir embora deste país, depois que fiquem cá a trabalhar eles a ver se sozinhos conseguem enriquecer ou fazer o país andar para a frente.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

E por falar nisso

... das coisas mais absolutamente deprimentes. ir a um centro de saúde da capital!!!

Às vezes parece mesmo ficção!!

'Quero pedir-te que lhe faças magia negra, faz-lhe um mau olhado, para que tudo tudo lhe corra mal!! A ela e à filha!!' Fazes?'
'Faço, claro. Não vai ter sossego, nem ela nem a filha!'

Ora bolas e eu que pensava que não havia gente assim, só nas novelas, e que por isso mesmo não gostava de novelas. Afinal basta ir a um centro de saúde para ver escarrapachado o mundo real, que se calhar não é tão diferente assim das novelas!!

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Também eu quero dizer algo

... o que eu gosto deste piqueno!!
Ontem emocionou-me.


Orgulhosa de ti!

Meu filho foste admirável e só vieste dar razão a todos quantos te apelidaram de extraordinário!

Das piores experiências que um ser humano pode ter: entrar num bloco operatório para entregar o nosso filho, para lhe fazerem sabe Deus! Como se não fosse já mau de mais, alguém ainda nos dizer: 'Ele é um menino espectacular!'

 Pois é, eu sei!

domingo, 27 de outubro de 2013

Às equipas da U.C.I.

Os Guardiões da Vida.

Não quero deixar de registar a gratidão e apreço por todos quantos, na U.C.I., estiveram envolvidos na recuperação do meu filho - o meu maior tesouro.
Ainda bem que escolheram essa profissão, ainda bem que escolheram salvar vidas, curar pessoas, aliviar sofrimento... ainda bem porque o fazem muito bem! E deve ser extraordinário ter um papel tão importante nesta vida.
Enfermeiro Miguel, médico João, cirurgia Maria e todos os outros médicos, enfermeiros, auxiliares e administrativa cujos nomes não cheguei a conhecer, o meu imenso bem-haja; enfermeira Carla, tão bonita e amável, abençoados cirurgiões, o meu bem-haja a todos pela vossa atenção, cuidado e disponibilidade, e pela confiança e segurança que transmitem a quem tanto delas precisa.
Quando estamos em sofrimento e alguém nos estende a mão, o que é que vira senão herói?
Obrigada do fundo do coração, nunca vos esquecerei.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Que envelheça quem acha tanta graça!!

'Não me assusta nada o passar dos anos, nem envelhecer, nem ganhar rugas, acho até bem engraçado!!'
Que inveja, quem me dera achar tão charmoso perder o viço, achar engraçado viver num corpo enferrujado, sem vigor, encarquilhado, e com os traços desfigurados!! E como achar graça a aproximar-se do fim dos dias?!?!
Já aqui me debrucei sobre essa inefável arte de envelhecer e que, pelos vistos, alma de artista é coisa que não me assiste!! E toda a gente sabe como envelhecer para o sexo feminino é particularmente cruel... portanto, não me alomem!! Quer dizer investiga a ciência, cosmética e tecnologia empenhadamente para chegar ao elixir da juventude, para retardar a velhice, para nos segurar tudo no sítio e afinal é tão engraçado envelhecer.

Sou mais conhecida que o Francisco!!

Mas o que é que se passa? Toda a gente me conhece, toda a gente sabe quem eu sou? Eu, a pessoa mais recatada e discreta do mundo, que tem esta faceta de outsider que assumo e me assenta como uma luva, devo dizer!
Ainda assim sinto-me quase perseguida, acossada: ligam-me para casa a vender (ai não, supostamente é oferecer-me!) cartões, promoções, créditos... a chamar-me pelo nome!!!; recebo sms no telemóvel a dizer que são a personagem x ou y da novela não-sei-quê, para os ver mais logo à noite em novo episódio a não perder... não sei quem vendeu os meus dados, mas espero que lhes tenha rendido muuuuito dinheiro, porque comigo não devem ganhar muito mais, se me conhecessem não se molestavam. Já disse que sou muito arrogante, que não vou em conversas, que gosto de pensar que sou eu que decido o que compro, quando, onde e onde procurar descontos, que não gosto ir em manada?? Ah e que programas vejo na tv??
Se me conhecessem não se davam ao trabalho... e expedientes para gastar dinheiro já eu os conheço a todos, não preciso de mais, obrigada.

Privilégios desprezados!

A vida é um emaranhado de estradas, vias e direcções, cuja escolha resulta, muitas vezes, profundamente angustiante, e nem nos apercebemos a bênção que é puder escolher!!

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Dava-me jeito!

Filha que vais nascer, por muito que as ciências médicas afirmem peremptoriamente que quanto mais te mexes, pontapeias, saltitas e dês esticões mais confortável, saudável e feliz te sentes, e isso seja tudo o que eu preciso de saber, não podias abrandar o ritmo? É que 24 horas a fustigar-me as entranhas é muito tempo e sabia-me bem dormir e ter um pouco de sossego! Mas pronto, tu é que sabes, tu é que vês...

É o chamado 'cair no goto', não é?

Ao longo dos anos vou-me apercebendo de que o que importa é que gostem de nós, é o que mais importa.
Se gostarem de nós, tudo podemos dizer, tudo podemos fazer, tudo nos é permitido, tudo nos é desculpado, a tudo nos é dado acesso, todos os devaneios nos são tolerados e teremos sempre uma legião de defensores acérrimos para potenciais ataques... Se não gostarem de nós até do oiro mais reluzente nos podemos forrar, não nos vai servir de nada!
' Se eu arrotar, vais continuar a achar-me maravilhosa?' Perguntava Michelle Pfeiffer a Jeff Bridges no Fabulosos Irmãos Baker.

E claro que a natalidade desce!!

A propósito da nova intenção do Governo de aliviar a vida dos pais e acompanharem mais os filhos, fiquei a pensar como uma medida tão acertada, louvável e nada extraordinária parece já aos nossos olhos impossível, inverosímil, surreal e impraticável!! Absurdo. Vivemos tão habituados a passar com dificuldades, aflitos, no desenrascanso, a viver com poucos meios e escassos recursos que até estranhamos quando nos querem aliviar as costas e amenizar a existência. É mau demais!!! Habituamo-nos a viver mal e com dificuldades, apertados e sem quaisquer ajudas e achamos que é normal e que é mesmo assim, e que a vida é um calvário.
Temos uma carga fiscal tão pesada para quê mesmo??
O Instituto de Ciências Sociais está a realizar um estudo - O Duplo adiamento, sobre a tendência de ter menos filhos e mais tarde, um levantamento pertinente, mas na verdade já merece admiração é quem se atreve a ter filhos, já começa a parecer irresponsabilidade, egoísmo puro de quem quer ver um sonho realizar-se!

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Alguém anda a brincar connosco!

Li esta notícia hoje no Diário Económico e só se me ocorreu que estamos mesmo em plena campanha eleitoral para as autárquicas. Uns dias cortam tudo e desaparecem com o Estado Social, outros aparecem com esta... por favor.
Bom demais para alguém acreditar!!

'Crise

Pais vão poder trabalhar a tempo parcial em 2014

Económico 
24/09/2013                  


Fundos comunitários entre 2014 e 2020 vão ajudar a pagar salários.
O Governo quer que os pais possam vir a trabalhar a tempo parcial para dedicarem mais tempo aos filhos, continuando a receber o salário por inteiro. O projecto está a ser trabalhado e deverá entrar já em vigor em 2014, com o salário remanescente a ser pago pelo Estado.

A notícia é avançada hoje pelo Diário de Notícias que cita fonte do gabinete do ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social.

"Queremos usar verbas europeias para suportar a empregabilidade parcial. Uma mãe ou pai pode vir mais cedo para casa, pode eventualmente vir a trabalhar apenas meio dia que o Estado suporta o restante. Contamos que esta medida esteja totalmente implementada no próximo quadro comunitário 2014-2020", explicou a fonte do gabinete do ministro Pedro Mota Soares ao DN.

O ministro já tinha anunciado esta intenção, que pretende responder à queda da natalidade e ao facto de Portugal ser dos países europeus onde a taxa de empregabilidade feminina é mais elevada. Contudo, desconhecem-se ainda os contornos específicos desta medida e a forma como será operacionalizada.' 

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

O Primeiro

O Primeiro Dia de Aulas, não é um dia qualquer, e o meu filho esteve à altura da circunstância, portou-se lindamente e a alegria e entusiasmo que mostrou pela nova experiência deixaram-me verdadeiramente contente!
Gosto de ti a deixar-te excitar pela vida, a não temer novos desafios e abraçar a tua vidinha com felicidade e se gostares assim tanto da escola e de aprender, a mãe não vai caber nela de orgulho.

Melhor ouvir um sonzinho...



Eu não digo?

.. e falando em arrelias, uma semana no hospital é obra!!!
rrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Assim sempre renovo a esperança.

Neste belo país à beira-mar plantado toda a gente quer enriquecer depressa e sem grande esforço.
O meu filho frequentou uma escola até ao último dia de Julho, paguei Agosto e ainda querem que pague também Setembro, embora nunca mais tenha voltado a colocar lá os pés, embora não tenha pago a inscrição no novo ano lectivo e embora tenha comunicado que não iria frequentar mais a escola. Recebem dois meses a mais, sem terem recebido o menino em nenhum deles!
A nova escola do meu filho faz descontos consideráveis aos alunos uma vez que tem tantos convénios assinados e tantos patrocinadores do país de origem, Inglaterra, a providenciar valências a custo zero, que em vez de transformar tudo em lucro, revertem parte em aliviar o bolso dos encarregados de educação que pretendem matricular os seus filhos naquele colégio!
Será uma questão de nacionalidade, um colégio é português e outro inglês? Não interessa, o que interessa é que a correcção de uns e a ganância de outros ainda me faz acreditar que o mundo se divide em dois, não é todo igualmente sujo!!

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Não me pareço com nada!

Há pessoas que insistem comigo todos os dias para ir para casa de baixa, alegadamente porque estou sob muito stress, há muitas variáveis a arreliar-me e a tirar-me o suposto sossego em que deve estar uma mulher nos derradeiros 3 meses de gestação.
Ora vamos cá a ver, eu não me sinto sob nenhum stress extraordinário, e as arrelias que tenho não chegam para me derrubar. Aliás as arrelias que tenho, umas atrás das outras em catadupa, não chegam para deixar de me sentir como sempre senti: uma privilegiada!!
Realmente, como na vida tudo é tão relativo, incrível; ou isso, ou eu não me pareço com nada!!!
Mas para que conste: estou bem e não sinto stress além da conta e com as arrelias já estou mais que avezada, parem de me arranjar problemas e dificuldades... como as pessoas transformam a gravidez em doença e handicap com tanta facilidade??!! Ah e os pontapés que levo 24 horas por dia, não são contrações, são pontapés e ponto! Não sou estreante nesta viagem, sei distinguir uma coisa da outra, oh se sei...
E o mais engraçado é que isto não é a super-protecção típica que inspiram as grávidas, é mesmo gente que à mínima contrariedade da vida pensam que vão claudicar; ou que claudicam mesmo, por tudo e por nada; ou que de um mero contratempo fazem uma tragédia incomensurável!!!!
Favor deixar-me cá com a minha gravidez, que para mim e a minha percepção, está a ser bem tranquila, bem santa!!!
Obrigada.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

O Café.

Adoro cafés e afins! Quando regresso do estrangeiro sempre me entristece não termos cafés lindos e apinhados de gente, como vejo lá fora.
O nosso café é um conceito quase vergonhoso, deprimente e surpreendentemente não somos frequentadores de cafés, coisa que tenho dificuldade em perceber! Para não falar nas nossas esplanadas medonhas e pouco convidativas, com mobiliário de plástico ou metal desconfortável. Não cultivamos a estética dos bares e cafés, parece tudo feito com o maior mau-gosto e falta de cuidado, talvez por isso não façamos questão de os frequentar, de nos encontrarmos com os amigos no café do costume, de ser frequentadores de espaços de partilha descontraídos!
Cada vez que descubro um café interessante onde dê gosto estar, adopto-o, mas depois lá está, há-de faltar-lhe gente a dar-lhe ambiente e animação, uma chatice, somos um povo muito caseiro!!
Ainda me mudo deste país só para poder ser frequentadora assídua de cuidados, bonitos, bem frequentados e interessantes cafés.

Para quê ir votar nas autárquicas?

Eleições autárquicas?! Para quê?! Não podíamos saltar isto? Assim como assim as autarquias estão todas entregues aos bichos e os senhoras presidentes de câmaras não passam de meros administrativos enredados em burocracias e quantas vezes, muitas, corruptos descarados!!
Basta percorrer uma meia dúzia de localidades no país para perceber rapidamente que demos cabo das nossas cidades, cujos centros nevrálgicos e históricos estão cada vez mais abandonados, com casas antigas fechadas e devolutas, lugares sem gente e sem vida; com comercio de rua amorfo, arrasado pelos centro comerciais que entretanto proliferaram como cogumelos e com carros e mais carros a circular, por mais pequena que seja a cidade!
A economia quase exclusivamente baseada na construção civil, junto com a falta de visão das câmaras, e os interesses escusos dos seus presidentes fabricaram urbanizações e mais urbanizações nas periferias das cidades, na sua grande maioria pavorosas e sem qualquer sentido urbanistico, deixando os
centros ao abandono e as suas habitações à degradação, entupindo as cidades de automóveis, uma vez que deixaram de viver nos centros, mas as pessoas deslocam-se na mesma para eles para trabalhar e tratar de vida.
Confesso que isto me entristece, temos as nossas terras feias, decadentes e tristes, mas reconheço que é uma tendência que não é exclusiva ao nosso país, ainda há dias me dizia um habitante de Santiago de Compostela que já ninguém vivia no centro e que nem infraestruturas para ser habitado havia, o que lamentava profundamente.
Depois há o outro fenómeno nas grandes cidades: os centros só podem ser habitados por ricos, os outros têm de viver nos subúrbios porque os preços praticados são incomportáveis para muitos e assim se arruínam cidades que um dia foram habitadas e cheias de vida!
Presidentes de Câmara destes? Dispensamos, obrigada!

Instintos

L: 'Não vais fazer um curso de preparação para o parto e a maternidade?'
Eu: 'Não.'

Peço desculpa, mas acho na gravidez, parto e maternidade tudo muito intuitivo!

Modéstia à parte...

É verdade, e o Nuno Crato não se dignou responder ao meu mail!!
Em todo o caso, creio que vai alterar a lei relativamente ao estabelecimento de ensino que podemos escolher, público ou privado, creio ter ouvido algo ao respeito... ideia que eu - eu - lhe dei... pronto.

Não diz o ditado que Quem Muda Deus Ajuda, então?

O meu filho, ciente que já está, de que a sua vida vai sofrer alguma alteração, embora não saiba bem qual, pede insistentemente para mudar de escola e ir para uma nova, alegadamente porque quer conhecer amigos novos, ah e porque não gosta da farda que teria de passar a usar!!
Pensava que não é usual um miúdo querer sair de um sitio que conhece e gosta tanto para se atirar para o escuro, o meu filho parece não temer alterar a sua vidinha.
Filho serás tu como a tua mãe, que tanto a revitaliza a mudança? Serás tu tão avesso ao 'mais do mesmo' como a tua mãe? Pelos vistos... estás bem arranjado!
Desejo concedido, vais começar o primeiro ciclo em escola nova.
Espero que gostes e que seja em boa hora que te mudamos.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Adoro Matisse!

Moroccan Landscape.


Primeiro hambúrguer proveta da história!!

Carne de laboratório, momento absolutamente histórico, e as possibilidades que isto não nos pode trazer... Aplaudo impressionada.
O céu é mesmo o limite, está visto!

Fotografia de ballet de Mark Olich.

Minha grande paixão, o ballet!






















Não serei eu um fiel exemplar desta nacionalidade?

Polaco: 'Tu não podes esquecer com quem falas! Aqui não temos essa alegria e energia toda, somos muito deprimentes, muito derrotados, sempre a contar as batalhas perdidas... Tu tens uma alegria que contagia, mas que quase me faz sentir culpado!! É mesmo trágico, não é?'

Bolas, se é!!!
O que ele não sabe é que aqui somos igualmente derrotistas... podia até contar-lhe a história do D. Sebastião... mas tenho cá uma mania de preservar a imagem do meu país!!

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Pronto, põem-se a jeito, toma!

Palavra que nem oiço nunca a RFM, mas hoje não passo por lá e não é que dou com isto?




Mas que mereceu, mereceu!
As elites não podem ser assim pedantes, elite que é elite é contida na verborreia.

quarta-feira, 31 de julho de 2013

E o menino quer tanto aprender...

O meu filho não foi admitido em nenhuma escola pública para a qual submeteu a sua candidatura, alegadamente porque cumpre os 6 anos no final do ano! Mas isso é critério? O que é que é suposto eu lhe fazer agora? Eu gostava de saber o que é que o Ministro da Educação pretende fazer com estas crianças que deixa fora do ensino básico um ano a enredar? Deixá-los num qualquer infantário mais um ano? Isso não é solução, já no ano que findou ele só queria aprender a ler e a escrever e aprender tudo, mais um ano na mesma situação seria o total desinteresse pela escola!! E que infantário, público ou privado? Num publico também nunca andou! Nem sei onde os há, são tão poucos!! Vai para uma escola privada para começar o 1º ciclo? Mas então o Ministério tem de subvencionar a sua frequência num estabelecimento privado de ensino, uma vez que é ele que lhe nega e veda o acesso ao público, e à escolaridade obrigatória gratuita, direito que julgava garantido!
Vou escreveu ao Ministro Crato, certamente ele terá respostas para me dar.

terça-feira, 30 de julho de 2013

Os morcões reproduzem-se como coelhos?

Ando a descobrir, pela minha constante e dedicada observação do mundo à minha volta!, que não pode ser muito educado!!! Incrível, verdade?!?!
Ou isso, ou a partir de uma certa idade uma pessoa já não devia ter de lidar com morcões sobranceiros, devia ser proibido!! E porque não mandar os carroceiros todos para... para longe, bem longe?!
Se o Governo do Sr. Passos e do Sr. Portas inventasse uma multa para a vulgaridade e animosidade, a tia Merkel largava-nos a porta!

Acredito mais na auto-determinação e felicidade... que na castração!

Realmente não sei se sou uma boa mãe, bem quero ser, mas querer só não deve chegar, certamente, embora ajude muito, mas quantos pais cheios de boas intenções não arruinaram os filhos!
Não sou definitivamente daquelas pessoas cujas crias quer manipular e castrar e dirigir e anular... ponho o acento tónico sempre em criar pessoas responsáveis, emancipadas e autónomas, dou muito valor a isso!
Os filhos preparam-se para a vida, não se preparam para ser dirigidos, antes dirigentes!
Faz-me impressão anular as pessoas de tanto as querer controlar, faz-me impressão aniquilá-las de tanto as querer dominar... mas o que é certo é que vejo cada vez mais mães - pais não vejo tanto, são definitivamente mais equilibrados que nós! - a domar crianças como se de animaizinhos se tratassem: não têm direito a escolher, opinar ou sequer falar!! Há mães que eu sei, ninguém me contou, até os copos de água que os filhos, já crescidinhos, devem beber controlam... pronto, para mim é incompreensível, que dou mais valor ao facto de que o meu filho saiba avaliar quando tem sede e deve beber, do que passe o resto da vida à espera que alguém lhe diga quando deve beber água para se hidratar!! O mais engraçado é que normalmente pais, mães, manipuladoras dão à luz filhos manipuláveis... o que não deixa de ser curioso, muito curioso.
Como dou mais valor à felicidade dos que me estão próximo, do que a que sejam seres 'perfeitos', angustiam-me as mães que nunca têm em consideração a vontade ou a preferência dos filhos, como se não tivessem direito a ter vontade whatsoever. Prefiro gente feliz e emancipada a gente controlada e angustiada, sem dúvida! A vida é feita de escolhas e, a menos que as mães queiram continuar presentes na vida dos filhos adultos, estes sentirão muita angustia na hora de fazer as deles, às vezes até me pergunto se não será isso que algumas mães querem: criar uma tal dependência nos filhos, que nunca consiguam viver sem elas, deve ser o que lhes dá sentido à vida e razão de viver!!!
Na minha geração, poucos foram os que tiveram educação acima da média, mas conseguiram tirar licenciaturas e ter formação superior e conseguiram singrar, mas hoje toda a gente quer criar filhos vencedores, com educação esmerada, com competências em todas as áreas... e que ganhem imenso dinheiro no futuro!. Cá para mim estão é a criar gente infeliz e dependente que um dia entregues ao mundo não saberão dar um passo sós, mas isso sim, que passem pelas melhores escolas, e academias de ballet e de línguas e de música e de equitação... mas sejam incapazes de avaliar quando têm sede!!
Somos tão patéticos, esmeramos-nos na educação dos filhos mas para criar cavalos de corrida, não seres humanos focados principalmente em serem felizes!
Conheço gente que só teve um único filho para se concentrar em educá-lo como o melhor em tudo, cada um lá sabe, eu prefiro educá-lo a habituar-se a dar sempre o seu melhor, não me atreveria a criar tamanha angustia nele!!

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Finalmente, depois de 4 anos... tão geniais como sempre!

Franz Ferdinand, you're back...



La femme fatale!

L: 'Desculpa lá não te apresentar ao meu marido, mas nunca o apresento a colegas bonitas!'
Eu: 'Como?!?!?!?'
L: 'Ah estou a brincar!.'

Às vezes já nem sei se sou eu que oiço mal... estás a brincar, estás! Não tens é confiança nenhuma no teu próprio marido, o que convenhamos, deve ser bem triste! E por quem me tomas? Nunca me viste insinuar para o marido de ninguém, ou para os que não são maridos de alguém, pelo que só pode ser porque tenho uns encantos inefáveis e sou uma sedutora nata, a quem o teu marido, mal servido e descontente com o que tem em casa, sucumbiria!
Deves viver em constante sobressalto, com um príncipe em casa a quem tu não consegues alegrar a existência, mas olha para mim não passa de um sapo... e tu de uma sapa!!!

E eu... se eu fizer birra e beicinha?!

Agora é que vai ser, desta é que é... Paulo Portas fez birra, ameaçou partir a loiça toda, e levou o chupa-chupa para não fazer mais beicinha, mas agora é que vai ser, tem cargo com nome pomposo e as verdadeiras questões a seu cargo: a condução da economia, a reforma do Estado e as negociações com a troika!! O primeiro-ministro que se cuide... Agora é que é, parece que até já estou a ver a retoma a assomar-se!

terça-feira, 23 de julho de 2013

O cúmulo dos cúmulos...

ser vitima de violação, denunciar o crime, virar arguida e ser condenada e presa, acusada de relações sexuais fora do casamento!! Mas por fora que o Dubai tenha aquele ar moderníssimo e vanguardista... por fora!

Não havia necessidade...

As crises nem sempre são más, ou melhor, não têm só más consequências, supostamente e desde logo, deveriam ser uma boa oportunidade para aprender com os erros que nos conduziram a uma crise e deveriam servir para uma espécie de aprendizagem colectiva e mudança de mentalidades. À falta desse carácter pedagógico que um período de conturbação económico e social como este tem, porque tem, valha-nos pelo menos o facto de que se evitam erros de lesa a pátria, supostamente porque não há dinheiro para gastar, ou melhor, não há quem nos financie mais, porque dinheiro, dinheiro nunca houve!
Acho que é graças a esta maldita crise que o novo aeroporto de Lisboa não se concretizou, acho que é devido a esta situação financeira do país que o mesmo nunca saiu do papel, graças a ela, e não graças a estas cabeças brilhantes, que dessas nunca sairia uma decisão tão acertada!!
Claro que estes iluminados do costume com as suas manias de grandeza e histeria colectiva, fizeram gastar ao erário publico largos milhões, em estudos, pareceres e projectos, que agora, fosse este um país decente, haveriam de ter de ressarcir o Estado português, mas claro aqui nunca há culpados, responsáveis e afins!
A crise impediu a construção de um novo aeroporto, ideia que sempre quase me exasperou, de tão palerma e descabida, e afinal agora parece que acordaram e perceberam que nem era preciso para nada!! Ah e convém não esquecer que durante o absurdo e aceso debate sobre a localização do novo, o aeroporto da Portela esteve sempre a ser intervencionado, para aumentar a sua capacidade e esperança de vida... só neste belo país!!! Agora até já a localização é interessante, coisa que a mim sempre me pareceu uma imbatível mais valia da nossa capital.
Lembro-me de ter discussões no trabalho com os colegas sobre esta matéria, onde eu era vista como a Velha do Restelo, mais detractora do desenvolvimento e modernização do país que a esquerda toda junta... pois lá está, temos o que merecemos, provavelmente.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Números.

Um português, de nome Carlos Sá, vence ultramaratona Badwater de 217 Km no EUA, no Vale da Morte na Califórnia, unindo os pontos mais baixo e mais alto do território em 24 horas, sob temperaturas de 50 graus!!
Vou ali desmaiar, cair para o lado, e já volto... se me conseguir recompor!

O Papa Francisco vai ao Brasil e já fez saber que dispensa todo e qualquer luxo, em hotel, alimentação, deslocações... mas a viagem vai custar 120 milhões de Euros!! Oi?!
Ok então e agora com todos os luxos do costume?
Impressionante!!!

A Média Capital Digital entrou no mundo dos blogs, com a exploração comercial do blog da Cristina Ferreira, cujas visitas, logo no seu primeiro mês de vida, registaram 2 milhões de visualizações, tornando-se o mais visto de todos. Bom, nem comento... para não ser mazinha!

terça-feira, 16 de julho de 2013

Tiro pela culatra!

Pensando bem, o Cavaco não poderia ter ficado agora quedo também?! Não podia ter aceitado a remodelação do governo e ponto? Será que quis calar as vozes que, há tanto, o criticam por inacção e mostrar trabalho e iniciativa?! E eu até acredito na boa intenção do senhor, mas acho que ele não percebe que não existe sentido de estado, sentido de serviço público e sentido de superior interesse da nação no seio de nenhum partido, pelo que a sua acção acabou por se revelar incontornavelmente desastrosa para o país. Ainda para mais com todos os partidos a piscar o olho já às próximas legislativas, a emergência do aqui e agora, não mais existe, como se não estivéssemos sob resgate e à beira do colapso. Tenho cá para mim que nem perceberam o mal que fazem à nação, só pode!

Da maneira como sempre chamei tudo pelo nome... sim.

Um professor de Sociologia da Suécia, Stefan Svallfors, enviou uma carta ao Comité Nobel Norueguês a propor o nome de Edward Snowden para o Prémio Nobel, pelos 'feitos heróicos do americano, que necessitaram de grandes sacrifícios pessoais', segundo as palavras do próprio.
O Comité prevê a recomendação, existindo até uma lista de pessoas que o podem fazer, onde se enquadra o sociólogo.
A verdade é que o jovem é um corajoso do mais escorreito e destemido que deve haver, porque não é para todos saber que tem de honrar um compromisso de trabalho, assegurar o emprego, ao qual garantiu confidencialidade, e não ser capaz de fechar os olhos ao abuso, à ameaça da liberdade ou dos direitos humanos ou dos direitos fundamentais. Denunciar o que está incorrecto no mundo, mesmo acarretando um preço tão alto a pagar, como a perda do emprego e, no caso concreto, a perseguição e mesmo arriscar a vida, é com certeza admirável e digno de Prémio Nobel, inclusivamente um encorajamento do Comité Nobel para que outros sejam delatores das atrocidades que se cometem por esse mundo fora. Parece a ovelha negra, o mau da fita, o bufo, é verdade que sim, mas se outros não tivessem silenciado as maldades que testemunharam, mesmo correndo os maiores riscos, tanto que o mundo não tinha experimentado...
E eu seria capaz de o fazer?!

sábado, 13 de julho de 2013

Humm... adoro!



E a ver se vejo o terceiro.

Malala Day, 12 de Julho.


Malala Yousafzai, falou ontem, dia 12 e Julho, na Assembleia das 
Nações Unidas, no dia do seu 16º aniversário, após 9 meses de ter sido 
baleada na cabeça pelos Talibans, pela sua luta pelo direito 
à educação das raparigas.
"They thought that the bullet would sillence us, but they falied... 
weakness, fear and hopelessness died, strenght, power and courage was born."

Saía o Nobel da Paz.

O rosa vai acabar-se nas lojas!

É uma menina! Não se vê lá pilinha mesmo, é menina!
Que bom, acho que era para onde pendiam todas as preferências, incluindo a minha e do pai, que diz que quer ter uma menina parecida com a mãe... tão querido!! E do mano, que até já nome lhe escolheu.

terça-feira, 9 de julho de 2013

Até tem a sua graça!

L: 'Eu sempre gosto de dar nas vistas, e me fazer notar, de fazer a diferença, não gosto de passar desapercebida!'

A mim, aos meus ouvidos, isto parece-me do mais estranho e até incompreensível, mas isto vindo de quem veio então, parece o desabafo mais descabido e incongruente do mundo, incoerente com a personagem!
Eu prefiro a discrição e que ninguém me note, mas tenho plena consciência de que a minha imagem, altura e excentricidade na apresentação, não me deixem passar sem ser notada, talvez por isso não sinta necessidade de holofotes sobre mi, nem pouco mais ou menos, já como que os tenho garantidos, e ache essa necessidade meio absurda, mas que alguém o admita e o verbalize e alguém cuja imagem é tão incrivelmente discreta e recatada (e que exiba até uma pequena deficiência física!), acho demais... como se tanto recato fosse apenas estratégico...!
É por isso que este mundo é interessante e rico e diverso, o que parece mais óbvio nem sempre o é...

Curioso...

Eu sempre gosto das pessoas frágeis e delicadas, sobretudo delicadas e tendencialmente sempre me aproximo às boas pessoas, e essas normalmente, as mais frágeis, não fazem mal a uma mosca, normalmente só mesmo a elas próprias!

E agora tenho de lá voltar... como se fosse simples!!

Só quando faltamos ao trabalho, temos de nos reorganizar, nos deslocamos manhã cedo para um hospital público e batemos com o nariz na porta porque os senhores enfermeiros decidiram fazer mais uma greve, é que percebemos como um país mergulhado num caos é um atraso de vida para todos!!! Estou aqui estou a fugir para Marte, eu tenho que respeitar a sua insatisfação e manifesta luta sindical e reivindicação dos seus direitos, mas e quem é que tem respeito por mim?! Nem por estar grávida?!?!
E outra coisa, sou eu que lhes pago o ordenado, a minha quota parte de impostos até pode ser precisamente para pagar à pessoa que devia ter estado de manhã no seu local de trabalho a prestar-me um serviço e não estava, mas a mim podem descontar-me a manhã perdida por não ter ido trabalhar!!
E já agora, se os senhores enfermeiros deste país estão a mostrar a sua indignação contra o aumento da carga horária de 35 para 40 horas, não me amolem, querem ter horário mais reduzido para fazerem horas extras pagas, como é do conhecimento público, claro que se fossem bem remunerados não haveria necessidade de usar de expedientes para conseguir auferir mais pelo seu trabalho, mas não haverá aí também uma pontinha de ganancia... vamos digo yo!?
O pior é que, e como fica provado com este post, parece já nem solidariedade entre classes profissionais existir, muito pelo contrário, parece existir uma tensão crescente entre os vários intervenientes da cena laboral, nomeadamente entre o sector público e o privado, desde logo, provocado por tanta greve, umas a seguir às outras, para as quais já não há a menor paciência!! Mais um pouco e começa a parecer intenção deliberada do governo, dividir para reinar, colocar-nos todos uns contra aos outros... não acredito nada nas teorias da conspiração, mas que las hay, las hay...

segunda-feira, 8 de julho de 2013

O cúmulo da estupidez...

distorcer a realidade só para ser infeliz e miserável e desgraçadinho.
Parece impossível, mas conheço gente assim!!
Caramba eu cá sou ao contrário, aí não...
Em certa medida tenho algum desprezo por gente assim e só não tenho mais, porque percebo que, em alguns casos, são já patologias.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Great, Devendra Banhart... vou agora comprar os bilhetes.









... e não sou do tipo consumista desenfreada!

Sou perdulária e perdulária me assumo!!
Primeiro não corro a cidade, nem a área metropolitana de Lisboa, nem a net, nem coisa nenhuma para comprar mais barato, não são com certeza 20 ou 30 cêntimos, ou uns euritos, mais barato que me farão mais rica ou feliz ou financeiramente mais responsável. Não gosto obviamente de esbanjar e desperdiçar dinheiro, e detesto a irresponsabilidade na hora de gastar, mas não sou escrava dele, definitivamente!
Gosto de desfrutar dos prazeres da vida, gosto de gozar o que o dinheiro me pode proporcionar, e gosto de me sentir com poder de compra... sempre gostei. Porque o dinheiro me custa a ganhar tem de me dar algum prazer e ser um veículo para me proporcionar sensações boas,  me poupe a trabalheiras e me dê qualidade de vida e bem-estar. Como nunca foi meu fim último morrer carregadinha de dinheiro que vou inevitavelmente cá deixar algures... vou gastando e gozando a vida, isso sim, na medida das minhas possibilidade.
O dinheiro está aí para me servir a mim, não eu a ele!

quarta-feira, 3 de julho de 2013

O Incrível!!

Caramba, Portas foi um irresponsável, não há desígnios pessoais intransponíveis quando se abraça a causa publica, sobretudo quando a nação está sob resgate e sob ameaça de falência eminente, e acho que estes homens deviam colocar o interesse público acima de todo e qualquer interesse pessoal, desde que não colida com os pessoais, como é óbvio e não vá contra qualquer consciência!
Mas é que estou com tanta raiva de Passos Coelho, orgulhosamente só a asneirar sem ouvir ninguém, nem o seu parceiro de coligação?!?!? Acho demais!! Já lhe conhecíamos a infantilidade obsessiva e caprichosa, mas este desrespeito pelos compromissos, pelas instituições e pelas figuras que as compõem, acho de uma grosseira falta de carácter, até pare ele!! E convenhamos ir buscar a Maria L. Albuquerque, cuja cabeça toda a gente estava a pedir, para substituir o cobarde do Victor Gaspar, que fracassa, deixa o país de rastos e lhe vira as costas!, é incrivelmente absurdo, repito, até para ele!!!

Sempre achei que a chave estava na filosofia.

Os especialistas em terapia comportamental aconselham os filósofos, sobretudo os da antiguidade grega, e os estóicos, como fundamentais para ansiedades, depressões e destrambelhamentos vários.
A busca de uma espiritualidade e de uma certa contemplação, juntamente com uma aprendizagem em relativizar tudo e em valorização do simples da vida apresentam-se agora como soluções eficientes no combate a traumatismos do foro psicológico.
Não queria dizer, mas parece-me óbvio que o que sobeja às sociedades modernas ocidentais é um vazio de espiritualidade e valores e contemplação e simplicidade e... preenchido cada vez mais com coisas, matéria e bens, que, tá visto, não dão felicidade a ninguém, muito pelo contrário!

terça-feira, 2 de julho de 2013

Devo ser eu, que sou uma romântica...

Incidente diplomático entre os Estados Unidos e a União Europeia, motivada por alegadas escutas telefónicas aos eurodeputados?! Ele há com cada uma!! Que a CIA esteja atenta a redes sociais e movimentações várias, francamente não me espanta nem acho nada de extraordinário, e provavelmente até é de agradecer pois que são cada vez mais regulares atitudes inusitadas de terrorismo... mas escutar os eurodeputados?! Que esperavam ouvir?! Em todo o caso acho que não é nenhuma novidade, a história está com certeza cheia de episódios de espionagem entre nações, pensava era que os homens tinham ganho mais confiança uns nos outros e amadurecido, e sobretudo ganho mais respeito uns pelos outros.

Quando pensamos que estamos mal e temos pena de nós, eis que podemos ficar sempre pior!

Acertei, o homem não se demitiu!
Mas já nem sei o que é pior, claro que livrar-nos deste intransigente e obcecado primeiro-ministro soa fantástico, mas que alternativa é que nós temos, quem é que se perfila capaz, competente e com a coragem necessária para enfrentar um lugar extraordinariamente exigente no momento em que atravessamos? Não vejo ninguém!!
A situação é de veras melindrosa!!!  

Obrigada Paulo!!

Mas o que é que Passos queria!? Não sabe respeitar uma coligação!? O quero posso e mando não é para quem está na posição dele?! Que prepotência é essa?! Isto estava mesmo a adivinhar-se, um dia Portas batia com a porta, acho francamente que muito aguentou ele, pois se nunca lhe agradou a posição do governo relativamente à pasta das Finanças, e o fez saber, mas o foi tolerando, agora já foi abusar, nem ser consultado para a substituição de Gaspar!!
Não é por nada, mas acho que a cegueira patética de Passos não o vai deixar demitir-se, como seria de esperar!! Até aposto... será que não percebe que um governo minoritário, é um não-governo!?!? De onde é que saiu este senhor?!?! Acho que esta atitude de Passos mostra bem o tipo de governante que ele é, irracional, teimoso, infantil e caprichoso?! E mostra bem como a receita imposta pela troika se revelou tão desastrosa que até com o governo e a coligação arruinou, isto parece-me óbvio !!!
É claro que uma crise politica agrava em muito a situação já de si catastrófica de Portugal, mas se é para nos livrarmos deste senhor Coelho, obrigada Paulo, pareces um mágico a fazer desaparecer o coelhinho!!

Vais pedir emprego ao Wolfgang Schäuble?

Victor Gaspar demite-se?!
Humm e porque é que eu tenho a impressão de que não sabemos nem da pontinha do iceberg!!
Tenho cá para mim que o homem se furta à missão que lhe foi entregue, por franca e inegável incompetência, impotência e não saber que mais inventar a ver se resulta!! Veio mesmo a calhar, tanto escândalo e só agora por causa das Swaps considera que não tem mais condição de continuar?!

I wonder, i wonder


Há pessoas interessantes, que dá gosto ouvir e cuja companhia resulta aprazível e agradável; e depois há pessoas que não têm interesse nenhum, são até bem vulgares e pouco estimulantes, mas depois parece ser que possuem um qualquer magnetismo, algum poder sobre os outros que parecem inebriá-los... a mim cansam-me, gostam demasiado de se ouvir, são tão faladoro-tagarelas, tão espaçosas, tão...
Às vezes penso que mais vale a forma que o conteúdo, será isso? Sempre me intrigou...

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Vou ali dormir um pouco, já volto...

A gravidez dá sono?!
Eu sempre ouvi isso às grávidas, mas não experimentei essa sensação na minha primeira viagem... atacou-me agora pelas duas vezes?! 

(Des)larguem-me!

Tenho que voltar ao tema... é inevitável!
Tenho que reconsiderar a imagem que ando a deixar transparecer de mim, só que a questão é que não forjo a imagem, não tento passar nenhuma, nem assim, nem assada, não tento controlar isso, nem pouco mais ou menos!! Mas caramba é no mínimo estranho que haja pessoas que se relacionem comigo de uma maneira tão especial, que parece que quando não me estão a ouvir, não estão bem; que gostem tanto de me espicaçar; que tirem tanto prazer em me provocar, me 'picar'... segundo dizem nas suas próprias palavras, porque eu 'dou luta'!
Luta??!?! Como luta?! Se eu tivesse espírito belicista, veia de guerreira tinha seguido a carreira militar, tinha-me alistado no Salvation Army das Nações Unidas, entrava na Resistência do Tibete!!
Não gosto que me provoquem, me hostilizem ou 'piquem', nem percebo porque o fazem?!?! Eu, o peace and love, personificado?!?!?... só pode ser porque dou uma imagem errada, uma imagem de combatente, coisa mais esquisita...!!

Não percebo?!

Ok Teleseguro Mulher?!?!?!?
Ora bolas, que é isto?
O anúncio está porreiro, mas que coberturas especiais tem um seguro especificamente dirigido ao género feminino... deixa ver, muda pneus? Sim porque isso é capaz de partir unhas! Não percebo?!

Sei do que falo, tive uma avó perita nisso de rotular!!

Desde muito nova comecei a desconfiar que tudo isto é uma questão de sorte! Sorte, desde logo, no que ao berço em que se nasce, concerne, absolutamente. Mas muito mais para lá dessa inegável realidade, há uma outra sorte que está muito para lá do meu entendimento, ultrapassa-me... gente que desde tenra idade se começa a conotar com inteligente/burrinha, espevitada/mosca-morta, boazinha/malvada, especial/vulgar... e assim vai crescer, e o seu destino vai sendo assim desenhado. Todos começam a acreditar nesse rotulo, acredito que até os próprios, sem dúvida!
Sempre tive desprezo por isso e por essas etiquetas que insistiam em criar e colar nas pessoas que determinavam o que elas iam ser para o resto da vida, tanto que comecei a desenvolver uma franca aversão!! Muitas vezes vi desenvolver adjectivos que viraram cognomes, que sempre achava injustos ou injustificáveis, ou absurdos... e começava a achar que devia, com certeza, ser pouco discernimento meu! Qual quê, o tempo deu-me razão... os espevitados são como os outros e às vezes mais atrofiados, apenas e só tiveram sempre boa fama e todos sabemos o que ter boa fama ajuda e que é partir já com grande avanço; os burrinhos desenrascaram-se às vezes melhor que outros, apenas tiveram que lutar mais para ir contra a maré de má reputação...
Bolas, para tudo é preciso ter sorte, definitivamente, até para a fama que nos criam desde pequenas crias!!

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Das coisas que me irritam!!

Gente mal agradecida, não tenho paciência, quase me choca!! Gente mal agradecida e que se queixa da sua vida vezes sem conta quando têm vidas tranquilas e boas, irrita-me tanto... Não conseguem ver o privilegiadas que são, nem agradecer e ser reconhecidos a alguém, nem à vida que têm! Queixam-se tanto das suas vidas que até começo a pensar que acreditam mesmo que são uns miseráveis, por dentro e por fora.
Acho que ninguém ajuda para que lhe agradeçam vezes sem conta e até ao fim dos dias, normalmente ajudam porque é sim... mas nunca em momento algum o ver reconhecido, bem pelo contrário, é um pouco demais!! Se soubessem como é dura e ingrata a vida do comum dos mortais...
Passo-me!!! Se me puderem poupar, que eu sou muito intolerante com a estupidez, agradeço.

sábado, 22 de junho de 2013

Afinal, há cá coisas boas!

Lisboa foi agora eleita a quarta cidade mais bela do mundo pelo site de viagens Urban City Guide.
A capital da Republica surge numa tabela liderada por Veneza, Paris e Praga, sendo Lisboa seguida do Rio de Janeiro que ocupa a quinta posição!
Que orgulho, para mim que adoro a cidade é uma imensa satisfação.



Como se não fosse já extraordinário, a Unesco classificou hoje a Universidade de Coimbra como Património Mundial da Humanidade. É o coroar de uma candidatura já com 15 anos e não foi só o valor patrimonial do conjunto dos edifícios que integram a universidade, que concorreu para este reconhecimento, mas o símbolo de uma 'cultura que teve impacto na humanidade'.
Fantástico, para mim que estudei nesta universidade, tem um sabor especial!!


quinta-feira, 20 de junho de 2013

Coleccionamos acções governativas aviltantes!

Mais outro escândalo vergonhoso e indecoroso, obsceno mesmo: as Parcerias Publico Privadas!!
São umas atrás das outras, parece impossível... acho que nem querendo, nem querendo se pode ser tão mau a governar um país!
Pena me recusar a ver José Sócrates a debitar comentários políticos, porque de certeza que ele vai explicar direitinho o que se passou relativamente às PPP's, de certeza!!

Devia ser um mega-teaser...

Descoberta nova falha tectónica ao largo da Costa Vicentina?!?!?
Estamos mesmo no fio da navalha! Temos tido sorte, tá visto...
Pode ser que desperte consciências e responsabilidade social e se legisle à séria sobre esta matéria e se leve o assunto verdadeiramente a peito... Mas na verdade, até eu, optimista e believer inveterada, não acredito. Já não acredito na nossa classe politica, mas podia e devia ser um marco importante na viragem de posturas e mentalidades.
Já acredito que nunca nada muda, a não ser para pior! Já me transformaram numa Velha do Restelo, quem diria, logo eu...

Oh oh, não vimos pilinha...

 Vi-o outra vez! E tanto que me emocionou, não esperava vê-lo tão incrivelmente definido, nítido e grande!
Rendo-me sempre à imagem aquela, é tão arrebatadora, insondável... é espreitar a vida na sua génese, espionar o milagre da vida a dar-se recôndita no nosso âmago! Impossível voltar a ver a Vida da mesma maneira, perante este prodígio da Natureza. Vou curtir o meu estado de esperanças e assistir orgulhosa ao crescimento da minha barriga, com serenidade e muuuuita alegria.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Parabéns Porto!

A cidade do Porto foi eleita melhor destino europeu de viagem para 2013, pelo conceituadíssimo guia de viagens Lonely Planet
Adoro! Somos sempre pródigos e campeões em desvalorizar o que é nosso, em depreciar e menosprezar o que está aquém fronteiras, espero que os detractores do costume do que é luso, que só se deslumbram com o que vêem nos outros países, que zurzem e fustigam em tudo o que é português, engulam em seco e passem a dobrar a língua quando disserem 'Portugal'... e conheço tantos portugueses assim!!



domingo, 9 de junho de 2013

E agora?!

É tão monstruoso que até custa a crer! Quem são estas pessoas com tanta responsabilidade sobre a vida das tantos milhões de pessoas, que dão pareceres e tomam decisões com tanta leveza?! Já todos desconfiávamos de que não sabiam o que estavam realmente a fazer, já todos achávamos que eram medidas aplicadas, a ver se serviam, a ver se resultavam... mas vê-los agora reconhecer que se enganaram, na avaliação da situação e nas decisões definidas para a Grécia, é cruel e tenebroso de mais!!! A leveza e leviandade como atiram milhões de pessoas para a miséria, revela como estes poderosos não sentem qualquer espécie de sentimento de serviço público, nem de qualquer causa nobre a comandá-los!
E agora, reconhecido e confessado o fracasso, o que é que muda? Quem é que vai ser responsabilizado? Quem é que vai ser chamado à barra dos tribunais? Quem é que vai fazer justiça por tantos gregos, e portugueses? E agora, vão os incompetentes e irresponsáveis do costume, ditar uma outra mudança do rumo dos acontecimentos na Grécia? E em Portugal, vão fazer o mea culpa também e mudar alguma coisa?
Claro que Passos Coelho, ainda mais determinado e intransigente que o próprio FMI, sempre empenhado em 'ir mais longe' que a própria troika, vai desvalorizar em absoluto o relatório do FMI e vai continuar firme, cego e só a perseguir os seus objectivos e a enterrar ainda mais o país, até porque reconhecer que o FMI errou, é reconhecer que ele, seu fiel seguidor, errou também e fez tudo mal!!
Tudo isto resultará de franca e gritante incompetência, e basta ver o caso do nosso próprio ministro das finanças, Victor Gaspar, uma promessa de brilhantismo na área das finanças, cuja bandeira foi bem abanada, e que se revela um logro maior a cada dia, com todas as projecção que ditou falhadas e erros constantes... se o senhor era tão bom e brilhante, que faria se fosse fraco?!?!
Fica cada vez mais claro e inequívoco que tudo o que estamos a passar o devemos a cabeças brilhantes e nomes sonantes que de tão competentes e iluminados, arruinaram as nossas vidas e como nunca nenhum se vai sentar no banco dos réus, isto nunca vai mudar e estamos condenados a crises sazonais crónicas!!

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Ora lá está...

'(...) O que o estudo de Augusto Mateus agora vem trazer à luz é o negativo da politica então adoptada: a industria, que era a 8ª da Europa, passou para o 22º lugar, com os industriais convertidos à banca e ao retalho de mercearias; as pescas, onde éramos produtores de referência, foram dizimadas pagando aos armadores para abaterem os barcos e deixarem quotas livres para outros países; as minas foram todas encerradas; e a agricultura, que então satisfazia mais de 50% das necessidades de consumo interno, hoje satisfaz cerca de 20%, desde o momento em que Álvaro Barreto, ministro de Cavaco Silva, vendeu a agricultura a Bruxelas ao preço de época de 120 milhões de contos. Os trabalhadores rurais foram pagos para se reformarem antes do tempo; os proprietários para passarem a viver em set aside; os campos foram abandonados; o olival, um dos melhores da Europa, e mesmo a cortiça, onde éramos o primeiro exportador mundial, foram trocados por eucaliptos e urbanizações turísticas. (...)'

In Expresso 'Olhando para trás', por Miguel Sousa Tavares

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Poupem-me!

Se há coisa que detesto é que estejam a exultar o óbvio e o manifestamente evidente, axiomático mesmo ... há pessoas que têm a incrível capacidade de passar horas a dissertar sobre as coisas mais óbvias do mundo, como se tivessem sido descoberta delas!!
'Chove copiosamente lá fora, porque o céu está carregadinho de nuvens que estão lá fora também e cá dentro não chove porque cá dentro não há nuvens...'
Só me apetece dizer: ' ó pacóvio, isso não é a exultação do óbvio?!?!'

És de quais?

O que é que se passa com o mundo e os seres humanos?!?! A manipulação virou moda, está na ordem do dia, quem não manipula os outros está fora? Assisto cada vez mais a números requintados de manipulação, ou tentativa, com direito a verdadeiras campanhas montadas a preceito. Ou sou eu que me ando a dar com a maior ralé da sociedade, ou isto está mesmo a tomar proporções desmesuradamente grandes, who knows?
Porque não deixarão alguns viver os outros em paz e harmonia a vida tal e como a escolhem viver? Porque fazem campanhas para denegrir terceiros e se empenham com tanto afinco em forjar a imagem dos outros? Palavra que são coisas que me inquietam e impressionam! Será falta de vida própria, de interesses, de prazeres... será maldade pura e dura, má intenção?
E inventar conspirações só para impressionar e ditar tendências parece-me patético demais!
Manipular nunca foi verbo que entrasse no meu léxico, felizmente!  Mas deixar-me manipular ainda menos, deixar influenciar o meu juízo relativamente a terceiros... faltaria más, se me conhecerem bem, nem tentam sequer, trabalho inglório! Mas começo a desconfiar que isto se divide em manipuladores e manipulados, em quem manipula e quem se deixa manipular e ponto!

Pronto, já disse...

Não sou democrática.
Acredito na Liberdade como um bem inestimável e supremo, mas isto de dar a todos tempo de antena e voz activa... puf!
Posso estar a incorrer na maior incorrecção politica de sempre, mas a verdade é que considero que há gente que não devia puder opinar sequer sobre cores de cortinados!

terça-feira, 4 de junho de 2013

Dia da Libertação.

Finaaaaaaaaaaalmente!!
A partir de hoje vou trabalhar com mais prazer.
Passos não gastes o meu dinheirinho todo no mesmo sítio!

sexta-feira, 31 de maio de 2013

... mas nem tudo é mau!

Isto está cada vez melhor, mais animador e interessante:
o Benfica a claudicar na praia, em todas as praias; pseudo-estrelas a saltar para piscinas... com água!; famosas a invadir a blogosfera (não nos bastava já levar com ela na tv?); o Inverno que teima em roubar o lugar ao Verão; o Passos cada vez mais obcecado e intransigente; a OCDE a fazer uma revisão em baixa do crescimento do Pib e a considerar as metas impostas pela troika impossíveis de cumprir; o meu salário cada vez mais para o Passos e menos para mim... e praia nem vê-la!!
Menos mal que germina em mim a Esperança... ahahahah

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Pasmados no próprio umbigo!

Fazem-me impressão as pessoas, fazem-me impressão as pessoas que de tão concentradas nelas próprias, tão embrenhadas em si mesmas, tão ensimesmadas, tão impressionadas consigo, tão narcisistas, não conseguem reparar nos outros à frente do seu nariz! Não têm percepção do outro sequer, muito menos se ele está bem, mal, feliz ou necessitado. Às vezes se olharmos para o lado com alguma atenção, os nossos próprios problemas e ralações passam a ter uma outra perspectiva; assim como a felicidade alheia também nos alegra, contagia...

House of Love

Tantas bandas que adoro...









terça-feira, 28 de maio de 2013

Quero este Klimt lá na sala, please!


Ena, já ganhei o mês!!

Polaco: Eu preocupo-me demais com o trabalho! Não pode ser assim!

Eu: A sério? Shame on you! Eu não, preocupo-me o necessário. Mas eu sou muito descontraída, e sou assim em relação a tudo!

Polaco: Sim claro. Tu és muito organizada e sabes sempre tudo o que se passa!

Eu: Eu?!?!? A sério?!?! Bolas!!

Polaco: Sim. Eu trabalho para a toda a Europa, tenho uma excelente perspectiva do que é trabalhar em França, Alemanha, Suíça, Itália, Espanha... sei bem quem é organizado; quem sabe o que faz e quem não sabe; quem é simpático e quem é arrogante... e com quem gosto de trabalhar é com Portugal, já to disse muita vez! E contigo é muito fácil e eficaz trabalhar, tens tudo sempre claro e sabes comunicar; tens sempre as respostas e nunca te enganas, ou raramente! Não imaginas como são os teus colegas da França e do resto a Europa...
És descontraída, claro és segura!

Caramba e ainda dizem que não somos produtivos e não sabemos trabalhar!! Não lho disse, ao polaco, pode ser que pense que aqui somos toooodos assim, passe a pretensão!

Há palhaços e palhaços!

Bom o senhor chamou-lhe palhaço e não é bonito! Não se desrespeita assim a figura de um Presidente, não se enxovalha assim a máxima autoridade de uma nação, o seu representante primeiro.
Mas o senhor em causa também tem de se dar ao respeito, tem de fazer a parte dele, tem de se fazer respeitar sendo consequente, imparcial, coerente, interventivo... sobretudo coerente. A verdade é que toda a gente tem vontade de lhe chamar nomes e toda a gente, grosso modo, o faz off the record. O Miguel Sousa Tavares foi o único que o assumiu publicamente, como de resto nos tem habituado com o seu estilo corrosivo quando é preciso, delator e denunciador que chama os bois pelos nomes!
O senhor em causa, o senhor em causa não se comporte como um fantoche se não o quer parecer, certo?

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Wagner

Cumprem-se hoje 200 anos sobre o nascimento do musico alemão W. Richard Wagner, uma das mais incontornáveis figuras da música, referência absoluta. Músico, compositor e ensaista que escrevia também as letras das suas óperas.
Das músicas mais intensas que conheço, mais apocalípticas, mais cruas!



terça-feira, 21 de maio de 2013

O Psychedelic Rock sempre foi a minha praia.


Adeus Ray Manzarek.

Speechless!


Debates 2

Já aqui escrevi sobre a adopção de crianças por casais homossexuais, mas temos de voltar ao tema, agora novamente quente, porque voltam os argumentos medíocres à ribalta! Dizem uns que qualquer criança deve crescer num ambiente onde exista a figura de uma mãe e de um pai, mas depois uma pessoa solteira que viva sozinha não tem o acesso à adopção de crianças vetada! E uma criança que está institucionalizada, tem a figura da mãe e do pai? E não será francamente preferível que uma criança cresça num ambiente familiar, ainda que pouco convencional, do que seja atirado para uma qualquer instituição, à guarda do Estado?? Parece-me que sim, nem que mais não fosse, é só estar atentos aos escândalos que se sucedem nessas instituições.  A mim parece-me aliás que quem manifesta o desejo de adoptar uma criança, tem uma profunda vontade conscientemente decidida; quem se dispõe a entrar num processo de adopção o faz com plena consciência e determinação e não como capricho! Pelo que a vontade de ser pai/mãe aqui parece-me ter peso determinante, porque só é bom pai/mãe quem de facto o quer ser muito!
A família tradicional deverá ser o ideal, vamos lá a ver, mas quantos casais heterossexuais não têm o superior interesse da criança como a última prioridade? E ser criado por duas mães ou dois pais, desde que haja de facto laços afectivos, não será o mesmo que ser criado por um pai viúvo e um irmão mais velho, ou uma avó e uma mãe, como tantas e tantas vezes já se viu, e o Estado não acorreu a retirar essas crianças da guarda de seus familiares?
 E desde que haja condições físicas e morais, e desde que haja de facto vontade, o superior interesse da criança não fica assegurado? Fica, pois.

Decadente!

Não fora pela tão badalada actuação da Filandia no Festival da Eurovisão e eu tinha perdido esse pérola que é o Festival!
Nem sei porquê tanto falatório relativamente à performance da filandesa, eu achei que estava muito dentro do tom, bem inserida no contexto e a condizer com a competição!
Como é que a Europa se dá a tamanho ridículo e não tem pejo em fazer semelhante figurinha, aquilo é mau com vontade! Pimba mais pimba nunca vi e parecem todos a bunch of pathetic idiots. 
E eu que pensava que a Europa tinha mais pinta!! Já teve o seu tempo, já conheceu dias de glória e momentos áureos, e era um concurso que fazia algum sentido, mas agora... patético é pouco!

O pós-troika?!?!

Cavaco convoca o Conselho de Estado para debater o pós-troika?!?! O pós-troika?!?
Então não sabemos como nos livramos da troika, não sabemos como recuperar a soberania da República, como nos desfazer deste enguiço, como nos erguer sozinhos e sem troikas a ditar cartas, e já anda o Cavaco a meditar sobre o dia seguinte. E como é que nós nos livrados deste encosto, será que ele sabe e não quer dizer?!?!
E que sentido tem reunir um painel de notáveis locais que são todos, ou quase todos, nada mais nada menos, os que nos foram deixando na situação em que estamos; os que, em maior ou menor grau, têm responsabilidade na crise que atravessamos! Faz sentido? Eles não sabem fazer melhor, se soubessem não estaríamos a atravessar este deserto!
Cavaco convoque e reúna outro painel, outras pessoas, pessoas anónimas que sentem na pele as dificuldades e o peso das medidas de austeridade determinadas e exigidas pela troika, tenho cá para mim que têm mais noção da realidade e são mais capazes!

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Passos, olha para a Grécia.

'Grécia: Número de desempregados e inactivos já supera o total de empregados. Total de desempregados e inactivos é de 4,5 milhões. O número de empregados é 3,8 milhões.'
 In Negócios Online
Oi?
Como é que pode ser?!?! Há qualquer possibilidade de sustentabilidade numa situação assim?! Como pode um país manter-se nestas condições?! 
Eis o resultado de tanta austeridade!! E eis para onde caminhamos nós também!! Mas pronto eles não conseguem aprender nem reconhecer os erros, nem perceber que estão a fazer as coisas mal e que esse não é o caminho!!

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Dia da Europa

Hoje, 9 de Maio, data em que foi criada a Comunidade Europeia do Carvão e do Aço por Robert Schuman, em 1950 e que está na génese da União Europeia como hoje a conhecemos. Schuman é considerado o 'Pai da Europa' que pensou num projecto ambicioso como este, com o intuito primeiro de garantir a Paz no velho continente.
Pelo menos, e até ver, conseguiu ser bem sucedido em matéria de Paz, que valeu até à União Europeia o Prémio Nobel, já no desenvolvimento económico e na cooperação material, Schuman deverá estar pasmado a ver como estragámos tudo!!
Tenho muita admiração por este homem, porque é que já não aparecem homens assim? Que bem nos vinha agora um destes!

Hiato no tempo que pouca diferença fez.

Parece mentira, mas já passaram dez anos desde que as Mães de Bragança fizeram manchetes e manchetes, e foram até capa da revista Time! Abaixo assinados que foram agora substituídos por petições em plataformas electrónicas e divulgação de matriculas de automóveis que frequentam os bairros da prostituição em Viseu, na web. A história volta a repetir-se, com contornos e metodologias mais sofisticadas e modernas, é certo, mas com o mesmo princípio: rejeição do mercado do sexo!
Não valia mais fazerem a coisa bem feita e deixarem quem quer vender o corpo (e prestar um serviço, que parece que não, é público), vendê-lo em condições e em condições de dignidade, segurança e justiça? Em Amesterdão os habitantes vivem paredes meias com o comercio do sexo e todos parecem viver bem com isso, sendo até um dos grandes atractivos da cidade. Não valia mais legalizar a prostituição e Viseu aproveitar-se disso e passar a ser a Amesterdão do sul da Europa, com uma coisa feita em condições? Digo eu. Segundo parece as Mães de Bragança conseguiram expulsar as prostitutas da sua cidade, que rumaram para o país vizinho, onde o incremento económico que trouxeram (e que haviam trazido também para Bragança, aliás) foi bem recebido e aplaudido com satisfação.
Pronto, moralidade a mais e esperteza a menos juntas, nunca deram bom resultado, e já ia sendo tempo de nos deixarmos destes moralismos bacocos.

Andamos para trás!

Como o mundo retrocedeu, é impressionante!
Até há uns anos, já ninguém dava valor a celebrar o trabalho, com um dia inteiramente consagrado a ele e, ainda por cima, um dia sem trabalhar!
Inocência a nossa, o que conquistámos fez-nos desvalorizar a data, mas nunca fez tanto sentido haver um Dia do Trabalhador, o direito ao trabalho e ao que ele dá acesso está cada vez mais ameaçado, e passa a merecer lutas e reivindicações, como no início do século XIX! As manifestações operárias pelos direitos do trabalhador que deram origem ao 1º de Maio, dão agora lugar a manifestações pelo direito ao próprio trabalho, um verdadeiro luxo na era em que vivemos! É bem verdade que só damos valor ao que temos quando o perdemos ou o sentimos ameaçado, pensávamos o trabalho como um verdadeiro dado adquirido, que lutas e celebrações não mais justificava, afinal...
O início do século XXI ficará marcado por um incrível retrocesso na história da humanidade.

Não podíamos saltar do Inverno para o Verão, não?

Maldita astenia primaveril que me tolhe e me derruba de maneira tão incomoda!
Mas nunca mais chega o Verão, ou vou ter de entrar em letargia, ou partir para o outro hemisfério?
Anseio que me volte a energia e o bem-estar... e a vida!

terça-feira, 7 de maio de 2013

O algodão não engana!

Tenho uma nova teoria: diz-me como deixas a casa de banho, dir-te-ei quem és!
Se sais sem reparar como a deixas, quando sabes que vai ser usada por outros, humm ou me engano muito, ou tens uma imensa e vergonhosa falta de respeito e consideração pelo próximo... aflitinho. 

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Sky Art

Artista francês Thomas Lamadieu cria a Sky Art através da combinação de fotografia e desenhos. Inspirado pela forma como o céu é desenhado pelos prédios, Lamadieu ilustra desenhos peculiares dentro desses espaços.
Adoro esta criatividade, parece que a arte está em toda a parte e nos lugares mais inusitados!












sábado, 20 de abril de 2013

O que eu mais quero.

Professora: 'O seu filho é uma criança tão feliz! Nota-se que vive num ambiente tranquilo e feliz. 
Tudo acha excitante, quer participar em tudo e é muito querido por todos. É mesmo um menino que se nota feliz.'

Bolas, meu querido filho, enches o coração da tua mãe!
Que sejas feliz é tudo o que eu mais quero.

terça-feira, 16 de abril de 2013

O que é que nos fizeram?!?!

Não estávamos habituados a ver imagens de tanta pobreza, tanta miséria no nosso país e no nosso continente, exibidas nos media copiosamente! É chocante, confrangedor, perturbador... dá uma revolta incomensurável!! E o pior é que insistem na fórmula, só pode ser a hecatombe!!

E ninguém acaba com isto!!!!

Com que moral vêm os alemães exigir o coiro aos restantes povos europeus, quando eles tiveram vários indultos, várias ajudas internacionais, com juros baixos e prazos bem longos, após a devastação da Primeira Guerra Mundial, e da Segunda.
Parecem uns heróis, que saídos de 2 guerras conseguiram erguer-se e sair vitoriosos, mas na verdade não se ergueram sozinhos tiveram a Europa e o Mundo a ampará-los!
Serão mal agradecidos, prepotentes ou cruéis mesmo!?!?!?