quinta-feira, 8 de março de 2012

Fenómenos

Parece impossível, mas a Lana Del Rey, elazinha já motivou um debate no New York Times, tal é o seu incrível percurso assim out of the blue! Parece que juntaram um painel de especialistas para debater o fenómeno meteórico mediático em que a cantora se transformou, desconhecida até há bem pouco tempo. A Lana Fenómeno Del Rey é o que se chama uma veni vidi vici girl, ninguém lhe fica indiferente, seja em que círculos for, tá visto. E o que se debatia era se nos rendemos hoje ao talento artistico ou ao produto de marketing muito bem empacotado e vendido. A segunda, com certeza, senão quem é que suportava ouvir as Lady Gagas deste mundo!!
Adoro música não imagino a minha vida sem ela, é alimento para o meu espírito, mas não suporto esta coisa de nos ditarem o que ouvimos e apreciamos. A industria musical a moldar gostos e manipular escolhas musicais e a estabelecer as regras, no thanks. É assim que funciona bem sei, sempre foi, embora nunca à escala que é hoje, mas recuso-me a ouvir o que a industria, os críticos e o caneco me dizem para ouvir. Sempre me desagradou o mainstream e sempre gostei de pensar que era livre, que eu é que escolho e decido. Que coisa, somos tão manipulados, tão guiados, tão... às tantas parecemos uns carneiros a gostar todos do mesmo, com tantas possibilidades que o mundo oferece. Não gosto de musica comercial, não gosto de nada de massas, viva a cena mais alternativa e viva a liberdade de escolha!
Quanto à Lana, caramba até gostava imenso dela, antes de ser descoberta por todo o people e virar banal, mas ainda não ouvi o album que editou, vamos ver.

Sem comentários:

Publicar um comentário