quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Ciente

Diz-se que perante a ideia e possibilidade da morte, passamos a dar valor apenas ao que é importante e passamos a valorizar mais a vida. Diz-se que a tomada de consciência da nossa mortalidade iminente nos faz ganhar mais gosto pela vida e pelo simples e pelos detalhes e aproveitamos mais.
Estou convencida de que devo ter sempre presente a minha mortalidade, devo ser muito consciente da minha finitude... 

Sem comentários:

Publicar um comentário