sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

A nossa imagem

Toda a gente faz uma ideia mental da imagem que projecta nos outros, digo eu... eu faço.
Não me ralo, nunca me ralei, com o que os outros pensam de mim, não sou parva a esse ponto! Não tenho que provar nada a ninguém, só a mim própria e a quem assim o entender. Acho que as pessoas vão, se não nos conhecerem, ser sempre pouco objectivas e imparciais a avaliar... pelo que o melhor é ralar-nos apenas e só com a nossa consciência e ser fiel a nós próprios e à nossa personalidade. Eu sou, sempre fui, para o bem e para o mal!!
Ainda assim faço uma ideia da imagem que os outros têm de mim, embora não tente controlar isso, nem pouco mais ou menos! Acho que o mais importante é sermos genuínos e não nos deixarmos constranger pelo que os outros podem pensar de nós.
Mas quantas não são as vezes que me surpreendo com os reparos e comentários que fazem a meu respeito!! Tantas, acho que quase todos os dias... As pessoas pensam sempre que nos conhecem, que nos tiram a pinta, que já nos toparam, e são fantásticas a colocar rótulos e etiquetas sempre redutoras, é impressionante!!
Eis porque não devemos preocupar-nos com a imagem que projectamos, os outros vão sempre fazer assumpções a seu bel-prazer, no matter what!

O mais certo é a imagem que penso que os outros têm de mim estar errada, só pode...só assim se explicarão certas atitudes inusitadas que as pessoas têm comigo... enfim!

Por exemplo, não sou conflituosa, detesto conflitos! Debato-me por questões que considero fundamentais e inegociáveis, mas conflitos gratuitos e meaningless não, obrigada! Devo ter qualquer coisa de pusilânime porque lhes viro literalmente as costas. Não sou conflituosa e tenho até um certo orgulho nisso... não percebo pois porque me batem à porta e o pior é que às vezes vindos de onde menos se espera...
Imagem?!?! Qual imagem?!?!? Pensava que se notava esse meu lado pacifico, tão live and let live... afinal, é com cada arrochada!!

Sem comentários:

Publicar um comentário