sábado, 10 de dezembro de 2011

Motherhood

Ter um filho foi a coisa mais avassaladora da minha vida! Não é lugar-comum, é mesmo assim. É tão arrebatador que após o nascimento dele andei uns dias arrelampada, não acreditava sequer no que me estava a passar, tanta era a felicidade e tantas eram as emoções... que saudades daqueles dias! Quem me dera ter um monte deles... Sempre ouvi falar do parto como uma empreitada danada de difícil, dolorosa, assustadora... e assim nos vão criando imagens e simbolos aos que nos vamos habituando, mas é tão natural é o nosso lado animal na sua total expressão. Cheguei ao parto sem medo, e com uma força que nem eu sei onde fui buscar, acho que é o meu optimismo inveterado a funcionar quando mais é preciso. O que mais queria era conhecer o meu bebé. E conhecê-lo, tê-lo nos braços tão minúsculo mas tão genial, é a glória!

Sem comentários:

Publicar um comentário